Quase 5 milhões: valor gasto com Natal Iluminado e Copa do Mundo
A cidade enfrenta problemas de infraestrutura, falta de medicamentos e manutenção das escolas municipais
28 de dezembro de 2018
(Foto: Divulgação)

Ao longo deste ano alguns eventos foram realizados na cidade de Embu das Artes como a transmissão dos jogos da Copa do Mundo, na Central da Copa e recentemente a instalação da iluminação natalina intitulada como Natal Iluminado. De acordo com informações obtidas pelo Jornal Primeiro Notícias, os gastos desses eventos chegam a quase R$ 5 milhões de reais.

Neste ano, a decoração foi ampliada e ganhou mais luzes. De acordo com informações, mais de 1.400 luzes foram instaladas, além de terem colocado outros pontos de luzes espalhados pela cidade e neve artificial. Também ao longo de mais de um mês será pago a locação de um palco e toda aparelhagem de som, uma vez que apresentações são realizadas todos os finais de semana na praça central. Vale ressaltar que o valor de R$ 4 milhões de reais é correspondente aos anos de 2017 e 2018, esse é o segundo ano do Natal Iluminado.

Já, a Central da Copa com a transmissão dos jogos da Copa do Mundo na praça central de Embu das Artes, dão conta que o valor de locação de serviço de som, telão e palco ficaram em torno de R$ 1 milhão de reais. Ambos os projetos são da Secretaria de Turismo da cidade e visam movimentar a economia local, porém algumas pessoas defendem que o valor investido é muito elevado para realidade do município, que enfrenta problemas de infraestrutura, falta de medicamentos, manutenção das escolas municipais dentre outras reclamações dos munícipes.

Conforme apurado pela equipe de reportagem, a iluminação natalina é uma contrapartida da empresa que presta serviço no município e é responsável pela manutenção da iluminação pública da cidade. Vale destacar que o centro da cidade está completamente iluminado, no entanto, outras solicitações são tratadas com descaso pela empresa e não há fiscalização por parte do executivo, ou seja, da Prefeitura de Embu das Artes.

Veja também  Vizinha enfermeira auxilia parto em casa

Com frequência, os moradores de diversos bairros reclamam de luzes apagadas ou queimadas temendo assim pela segurança em especial no período noturno. Muitos reparos extrapolam o prazo dado pela empresa. Recentemente a Avenida Augusto de Almeida Batista ficou completamente na escuridão por mais de uma semana.

Crédito: Redação
Pelo segundo ano consecutivo, o governo Ney Santos acendeu as luzes da decoração natalina que
O passageiro de um ônibus interestadual foi detido com drogas dentro de duas mochilas, na
Pelo Decreto 1675 /2018, a Prefeitura de Embu das Artes prorrogou o prazo até 31/01/2019