Zoológico de SP, Zoo Safari e Jardim Botânico serão fechados após morte de macaco por febre amarela
Outros quatro distritos da Zona Sul de SP serão incluídos no início de campanha de vacinação contra a doença.
Um macaco foi encontrado morto no Zoológico de SP (Foto: Globo )

O Zoológico, Zoo Safari e Jardim Botânico, na Zona Sul da cidade de São Paulo, serão temporariamente fechados a partir desta terça-feira (23), após um macaco bugio ter sido encontrado morto e diagnosticado com febre amarela, informou a Secretaria Estadual da Saúde.

A medida é preventiva e, por causa disso, outros quatro distritos da Zona Sul da cidade de São Paulo foram incluídos na campanha de vacinação que começa nesta quinta-feira (25): Jabaquara, Cidade Ademar, Cursino e Sacomã.

Além dessas, já faziam parte: na Zona Leste, Cidade Líder, Cidade Tiradentes, Guaianases, Iguatemi, José Bonifácio, Parque do Carmo, São Mateus e São Rafael; e na Zona Sul, Capão Redondo, Cidade Dutra, Grajaú, Jardim São Luis, Pedreira, Socorro, Vila Andrade e Campo Limpo.

Em outubro, o Horto Floresral e o Parque da Cantareira, na zona Norte, também foram fechados após exames confirmarem que o motivo da morte de um macaco é a febre amarela silvestre.

Mortes

O número de mortes por febre amarela silvestre no estado de São Paulo subiu para 36 desde janeiro do ano passado, segundo balanço divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde. Ao todo, foram 81 casos confirmados de contágio da doença. Dos 81 casos, 41 foram em Mairiporã, na Grande São Paulo.

Desde o anuncio da vacinação fracionada e confirmação de novas mortes por febre amarela, os postos de saúde têm ficado lotados e com fila de horas de esperar para a imunização contra a doença com a dose convencional.

Imunização

Mais de 900 mil doses da vacina contra a febre amarela foram aplicadas na cidade de São Paulo em 2018, segundo balanço divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde da capital. Esta população foi atendida em 201 unidades de saúde diferentes.

Veja também  Clube de Malha de Itapecerica da Serra é bronze nos Jogos Regionais

A vacinação fracionada contra a febre amarela será realizada em 54 municípios do Estado de São Paulo a partir do dia 25 de janeiro. Segundo o governador, Geraldo Alckmin, o Ministério da Saúde mandará mais de um milhão de doses da vacina ao Estado. Veja a relação das cidades que receberão a vacinação fracionada.

A campanha de vacinação será encerrada no dia 17 de fevereiro. A meta é imunizar mais de 7 milhões de pessoas – 2,5 milhões só na capital paulista. A dose fracionada tem tem 0,1 ml, enquanto que uma dose convencional tem 0,5 ml. A vacina permite a imunização por oito anos.

A dose fracionada foi pensada para ampliar a imunização e aplicar a vacinação concentrada nas áreas de risco, nos bairros próximos aos parques onde foram localizados macacos mortos com o vírus da febre amarela.

Crédito: G1
A prefeitura de São Paulo vai fechar por tempo indeterminado dez parques municipais localizados na
Um dos maiores eventos da música gospel já realizados na região, o Conectados em Cristo
A UBS (Unidade Básica de Saúde) do Parque Paraíso, em Itapecerica da Serra, novamente tornou-se