Vereador Bobilel defende funcionários da Saúde e diz que secretária-adjunta deve respeita-los
(Foto: )

O vereador Bobilel Castilho, conhecido por sempre expor sua opinião, na última sessão, na quarta-feira, dia 07, na Câmara Municipal, falou a respeito da Saúde de Embu das Artes, saindo em defesa dos profissionais da área e cobrando respeito a eles por parte da secretária-adjunta, Maria Serrano.

“A saúde se encontra em situação precária em todo País. Se eu falar que a Saúde daqui está uma maravilha vou estar enganando eu mesmo, como não está no país todo”, falou com relação a saúde do município. Frisou que é preciso melhorar mas não pode responsabilizar apenas Embu das Artes, quando nota que o problema é visto em diversas cidades da região.

Bobilel foi incisivo na cobrança e destacou que Maria Serrano acumula diversos boletins de ocorrência na Delegacia de Polícia da cidade desacato aos funcionários do administrativo lotados na Secretaria de Saúde e também das unidades de saúde.

Em resposta aos elogios do vereador Ricardo Almeida, o vereador Bobilel evidenciou que os funcionários são maltratados pela secretária-adjunta, Maria Serrano. “O senhor não sabe que fui lá ouvir e ela humilhou os funcionários. O senhor não foi na Delegacia ver quantos BO tem aberto dela de desacato. Pra gente cobrar precisa saber como cobrar. Cobrança é muito boa quando se tem respeito e sabe cobrar. Faça uma reunião e veja como ela trata os funcionários chamando de merda, bosta”, disse.

Ainda relatou que possui um áudio no qual ela estava na Secretaria de Saúde humilhando os funcionários. “Uma pessoa que chama os outros de burra, que abre a comida do PS. As pessoas lá [Ubs Fátima] choravam e pediram para não gravar. Eu faço um desafio chama a Maria aqui na tribuna, que eu tiver que falar eu mostro documentos e vou apontar erros. Eu entrego meu cargo, se não provar coisa nessa Casa”, destacou.

Veja também  Ainda não decidiu seu Dia dos Namorados? Comemore na Churrascaria Prato Cheio
Crédito:
A Prefeitura de Embu das Artes está em atraso com os agentes comunitários de Saúde
Dados registrados no primeiro semestre deste ano pelo Centro de Controle Operacional da Arteris Régis
O vereador André Maestri apresentou o Projeto de Lei 93/2018 que: "Dispõe sobre a obrigatoriedade