Sob olhar atento de Ney Santos, Hugo Prado é reeleito em Embu das Artes
Mesa diretora eleita para o biênio 2019-2020
21 de dezembro de 2018
(Foto: Alexandre Oliveira - Câmara de Embu das Artes )

O atual presidente, Hugo Prado foi reeleito em sessão especial para eleição da mesa diretora na manhã da quinta-feira, dia 20, na Câmara de Embu das Artes. Hugo foi reconduzido para a presidência da Casa no biênio 2019-2020 com 13 votos favoráveis da base governista. André Maestri também se candidatou e recebeu quatro votos dos vereadores de oposição.

Foram eleitos ainda Gilson de Oliveira (vice-presidente), Doda Pinheiro (1º secretário), Índio Silva (2º secretário) e Carlinhos do Embu (3º secretário). A composição inicial anunciada em outubro deste ano contava com o vereador Dani Boy (DEM) para ocupar a segunda secretaria, porém em razão da discussão na sessão que evidenciou uma tentativa de eleger o vereador licenciado Júlio Campanha para presidente dialogando com a oposição e assim teria causado mal-estar na base do governo.

Mesmo com a evidente situação e após Dani Boy se abster de votar em Índio Silva, durante coletiva de imprensa, os vereadores afirmaram que o cargo já era do PRB fugindo da resposta se houve conflito interno com o vereador do Democratas. “Nós começamos a fazer as discussões que entendíamos que era melhor para Câmara Municipal, quando fizemos esse entendimento buscamos dialogar com todos os vereadores e cada partido se manifestou”, disse Hugo Prado.

O vereador Índio Silva pediu um aparte e falou sobre a colocação do seu nome para ocupar a mesa diretora. “No primeiro biênio nós vereadores eleitos pelo PRB tivemos esse diálogo com ele [Dani Boy], que tinha a pretensão de ser o segundo secretário abrimos mão e hoje após a conversa que já vinha constantemente dentro do partido vimos que tinha a necessidade de nos compor a mesa diretora, aí ficou acordado que o segundo secretário seria eu. Nesse segundo biênio não quisemos abrir mão e fazer jus aos nossos direitos”, falou.

Veja também  Recall: Fiat convoca 223 mil unidades, incluindo Argo, Toro e Mobi

A rápida sessão foi marcada pelas manifestações de grupos que exibiam faixas escritas a mão como os dizeres “André Maestri me representa” e “#andremaestripresidente”, assim como também grupos liderados pela comissionada Aline Santos que levantaram faixas confeccionadas com a frase “Hugo Prado Presidente”. Os ânimos ficaram acalorados quando diversos vereadores da base governista associaram o nome do vereador Doda Pinheiro ao Partido dos Trabalhadores, no qual corre processo de expulsão do partido, em resposta Rosangela Santos e Edvânio Mendes falaram que Doda não representa o partido.

A eleição da mesa diretora ainda contou com a presença do chefe do executivo, o prefeito Ney Santos. Vale ressaltar que o prefeito foi o único que se fez presente e acompanhou toda sessão, os prefeitos das cidades vizinhas não compareceram na Casa de Leis de suas cidades, nos dias de eleição e nem mesmo tiveram fala após a votação.

Crédito: Adriana Monteiro
O prefeito Ney Santos assinou nesta quinta-feira, dia 28/3, o contrato com a nova empresa,
A Prefeitura de Embu das Artes atendeu mais de mil pessoas no projeto “Fila Zero
O prefeito Ney Santos abriu concurso público na Prefeitura de Embu das Artes para contratação