Prefeituras da região podem estar envolvidas com fraudes em locação de veículos
Operação Tersus, deflagrada em Sorocaba, investiga contratos superfaturados com prefeituras.
11 de fevereiro de 2019
(Foto: Divulgação)

A Operação Tersus da Polícia Civil, que na última quarta-feira (6) descobriu um esquema de fraude em locação de veículos para a prefeitura de Araçariguama, pode atingir prefeituras da região. De acordo com o jornal Barueri na Rede, o delegado Marcelo Carriel, que comanda o caso, disse que as empresas envolvidas mantêm contratos com cidades próximas, porém, não divulgou o nome dos municípios que também serão investigados.

Na sexta-feira (8), a Justiça decretou a prisão preventiva dos três suspeitos detidos na quarta-feira (6) durante a operação. Um quarto suspeito também teve a prisão preventiva decretada. Ele foi detido na operação por posse ilegal de armas, acabou sendo solto na audiência de custódia, mas agora a polícia constatou que ele tem envolvimento no esquema de fraude. Ele é marido da dona de uma das empresas suspeitas dos contratos ilegais.

A polícia esteve também na casa de outro empresário em um condomínio localizado em Barueri para cumprir um mandado de busca e apreensão, mas ele não foi encontrado e é considerado foragido.

Durante a operação foram apreendidos documentos, dinheiro e carros de luxo. As duas empresas teriam fechado 15 contratos com a Prefeitura de Araçariguama no valor de R$ 2,6 milhões.

Além dos dois empresários, o diretor de Transportes de Araçariguama também foi preso na operação.

*Com informações do jornal Barueri na Rede e do G1

Veja também  Documento de veículos de papel continua com emissão obrigatória mesmo com versão digital
Crédito: Folha de Cotia
Os veículos que passarem acima de 40 km/h em cabines de cobrança automática de três
O rodízio municipal de veículos em São Paulo volta a vigorar nesta segunda-feira (14). Nesse
O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP) disponibiliza, nesta quinta-feira (3) até o