Ney Santos pede afastamento da Prefeitura de Embu das Artes
Dr. Peter assume a prefeitura durante o período de licença
(Foto: )

O prefeito Ney Santos (PRB) pediu afastamento da prefeitura de Embu das Artes na manhã desta segunda-feira, dia 5 de março. Em nota à imprensa, a Secretaria de Comunicação e Gestão Tecnológica informou que Ney Santos se afastará” para tratar de assuntos pessoais”. Como chefe do Executivo municipal, Ney Santos está no cargo por força de uma liminar concedida pelo Ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Marco Aurélio Mello.

Segundo informações apuradas pelo Primeiro Notícias, Ney Santos solicitou o adiamento da apreciação do habeas corpus, que lhe foi negado. Nesta terça-feira, dia 6, acontece o julgamento da liminar no STF, essa que mantém Ney Santos como prefeito de Embu das Artes. Ney Santos pode ser preso caso a liminar seja cassada.

No processo emitido pelo Ministério Público, Ney Santos é acusado de associação com facção criminosa, lavagem de dinheiro e tráfico de drogas.

O vice-prefeito Dr. Peter Calderoni assumirá a prefeitura durante o período de licença.

Votação na Câmara

A Câmara Municipal de Embu das Artes realizará sessão extraordinária na manhã desta terça-feira, dia 6, às 9h30. Os vereadores deverão votar a licença por tempo indeterminado do prefeito Ney Santos ;

Nota à imprensa

A Prefeitura de Embu das Artes informa que o prefeito Ney Santos pediu afastamento na data de hoje (5/3/2018) para tratar de assuntos pessoais.

“Para não prejudicar o bom andamento da cidade e para que a disputa judicial não atrapalhe os projetos que estão sendo desenvolvidos em prol de nosso povo, peço afastamento do cargo para cuidar de perto do processo”, declarou o prefeito Ney Santos.

Após a sessão extraordinária da Câmara Municipal, dia 6/3/2018, onde acontecerá a votação para conceder a licença ao atual prefeito, o vice-prefeito Peter Calderoni assume interinamente a cadeira de prefeito de Embu das Artes.

Veja também  Prefeitura de SP diz que 40% dos ônibus não vão rodar e suspende rodízio nesta quinta
Crédito: Rodrigo Lopes
O Governo de Embu das Artes desmentiu a informação que o cartão cidadão embuense teria
O prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), decretou nesta sexta-feira (25) estado de emergência
Prefeitura de São Paulo informou nesta quarta-feira (23) que suspendeu o rodízio municipal de veículos