Metroviários fazem paralisação em SP; rodízio está suspenso
Linhas Azul, Verde e Vermelha operam parcialmente na manhã desta quinta-feira (18). Categoria protesta contra a privatização das linha 5 do Metrô e 17 do monotrilho.
(Foto: Divulgação)

O Metrô de São Paulo está operando parcialmente na manhã desta quinta-feira (18) devido a uma paralisação da categoria contra a privatização da linha 5-Lilás do Metrô e 17-Ouro de monotrilho. Apenas a Linha 4- Amarela está em operação normal, já que é administrada pela iniciativa privada.

ACOMPANHE A GREVE DO METRÔ EM TEMPO REAL

De acordo com a assessoria de imprensa do Metrô, as linhas 1- Azul, 2-Verde, 3-Vermelha e 5- Lilás estão com a circulação dos trens em apenas alguns trechos das vias. Veja os trechos em funcionamento:

– da estação Luz e Saúde, na Linha 1- Azul
– entre as estações Ana Rosa e Vila Madalena, na Linha 2 –Verde
– entre as estações Tatuapé e Marechal Deodoro, na Linha 3 –Vermelha
– da estação Capão Redondo até Adolfo Pinheiro, na Linha 5-Lilás

Nesta madrugada, um cartaz foi fixado nas portas das estações pelo Sindicato dos Metroviários indicando operação parcial no trechos das linhas Azul, Verde, Vermelha e Lilás.

Na Estação Tucuruvi, da Linha 1-Azul, na Zona Norte, muitos passageiros foram surpreendidos com a paralisação e encontraram os portões fechados.

Na estação Artur Alvim, na Linha 3-Vermelha, na Zona Leste, os ônibus e vans estavam lotados de passageiros que buscavam um transporte alternativo.

Na estação Tatuapé, na Linha 3-Vermelha, também na Zona Leste, que liga o Metrô os trens da CPTM, muitos passageiros aguardavam por alguma informação e procuravam alternativas para se locomover.

A Avenida Engenheiro Armando de Arruda Pereira, onde está localizada a estação Jabaquara, da Linha 1-Azul, na Zona Sul, muitos passageiros lotavam os pontos de ônibus.

A paralisação de 24 horas, que teve início à meia-noite, foi aprovada em votação em assembleia realizada nesta quarta (17) pelo Sindicato dos Metroviários.

Veja também  Linhas da Miracatiba em Embu das Artes, Itapecerica, Embu-Guaçu e Juquitiba não circulam neste fim de semana

A cidade de São Paulo registrava 39 km de lentidão, por volta das 9h20. O trânsito está dentro da média para o horário, de acordo com a Companhia de Engenheria de Tráfego (CET).

Rodízio Suspenso
A Secretaria Municipal de Transportes informou que, por conta da paralisação dos metroviários, decidiu suspender o rodízio de veículos e a Zona Azul para carros. Veículos com placas final 7 e 8 poderão circular normalmente no Centro expandido da cidade durante todo o dia. Na sexta-feira, a restrição volta a valer para carros com placas final 9 e 0 das 7h às 10h e, à tarde, das 17h às 20h.

A SPTrans informou que, a partir de 0h, as 150 linhas de ônibus do serviço noturno estarão operando normalmente em todas as regiões da cidade.

Linhas Privatizadas
A Linha 5-Lilás, liga o capão Redondo ao Brooklin, deve chegar até a Chácara Klabin, na Zona Sul. Já a Linha 17-Ouro, ainda não está pronta, e deve ligar o Morumbi ao Jabaquara, na Zona Sul, passando pelo aeroporto de Congonhas.

O leilão dessas linhas está marcado para ocorrer nesta sexta-feira (19) na Bolsa de Valores de São Paulo. O Sindicato dos Metroviários de São Paulo diz que esse é um leilão de cartas marcadas e que já tem um vencedor definido.

Crédito: G1
Um soldado da Polícia Militar (PM) pediu afastamento médico na sexta-feira (29), após a divulgação
Um dos principais entraves para quem está procurando emprego, além da ausência de renda, é
O Metrô de São Paulo adiou novamente a inauguração de estações da Linha 5-Lilás. O