Hugo Prado convida Geraldo Cruz para debate após deputado chamar grupo do governo de ‘sujo’
Vereadores da base do governo se defenderam das acusações feitas pelo deputado estadual
(Foto: Aline Cyrillo)

O debate foi quente durante a 13º sessão ordinária da Câmara Municipal de Embu das Artes, realizada na manhã desta quarta-feira, dia 2. Os vereadores da base do governo municipal se defenderam das acusações feitas pelo deputado estadual Geraldo Cruz (PT) a um site regional.

Alvo de uma CPI (CEI – Comissão Especial de Inquérito) instaurada pela Casa de Leis, onde relata irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Estado na obra da UBS Nossa Senhora de Fátima, em 2008, quando era prefeito, Geraldo Cruz declarou ao site Verbo Online que a CPI não passa de “politicagem” de um grupo político “sujo até o pescoço” e que a “a Câmara não vai apurar nada”.

Declarações essas que causaram revolta entre os vereadores que pertencem ao grupo político do prefeito Ney Santos (PRB). O primeiro a falar foi o presidente Hugo Prado (PSB). O vereador fez o uso da tribuna para convidar o deputado estadual Geraldo Cruz para um debate.

“Em oito anos como deputado, o senhor (Geraldo Cruz) pouco contribuiu para Embu das Artes. São 30 anos usando do cargo público sem contribuir com a cidade. Por isso eu proponho um debate, vamos confrontar esse mandato de um jovem de 29 anos com o seu de 30 anos como político. Para qualquer irregularidade apontada seremos firmes para punir quem quer que seja”, declarou Hugo Prado.

Os vereadores Bobilel Castilho (PSC) e Danilo Alves (DEM) reforçaram os argumentos apresentados pelo presidente da Câmara. “Não podemos compactuar com qualquer ofensa contra essa Câmara”, disse Danilo Alves. Já Bobilel Castilho questionou: Por que a Câmara é suja? Por que ele (Geraldo Cruz) não fala que o Ministério Público é sujo? Fique tranquilo, senhor deputado, se você não estiver nada a ver [sic] o senhor é honesto”, complementou Castilho.

Veja também  Goleiro Deola (ex-Palmeiras) é contratado pelo CATS

O vereador Edvânio Mendes (PT) lembrou dos processos judiciais enfrentados pelo atual prefeito Ney Santos. “O prefeito dessa cidade que está se defendendo de processo a processo, até então ele está recorrendo, está sendo cassado. Até então, a base tem doze vereadores e esses mesmos apoiam o prefeito de Embu das Artes. Posso colocar no Google ‘Prefeito Ney Santos’ e lá vai mostrar os crimes que ele cometeu. Diga-me com quem tu andas que eu direi quem tu és. Isso mostra a realidade da nossa cidade”, respondeu Edvânio Mendes.

O presidente Hugo Prado contra-atacou, dizendo: “O Google fala que o maior ladrão do mundo é o Lula. Você (Edvânio Mendes) não disse? Diga-me com quem tu andas que eu direi quem tu és”, rebateu.

Crédito: Rodrigo Lopes
O time de várzea Fut de Quinta realizará, com o apoio do vereador Dr. Eduardo
Um motociclista sofreu acidente na Avenida Vereador Jorge de Souza, em frente ao Fórum da
O Presidente da Câmara de Embu das Artes, vereador Hugo Prado (PSB) apresentou o Projeto