Hugo Prado apresenta projeto “Danificou? Vai ter que arrumar!” de empresas que deixam buracos na cidade
As empresas serão obrigadas a executarem os trabalhos de recuperação do pavimento asfáltico em até 48hs
(Foto: Assessoria de imprensa da CMEA)

O Presidente da Câmara de Embu das Artes, vereador Hugo Prado (PSB) apresentou o Projeto de Lei nº 102/2017, de sua autoria, que “prevê fiscalização severa e punições às empresas que não realizarem o reparo adequado do asfalto danificado”. Os vereadores aprovaram o projeto na última sessão ordinária realizada na quarta-feira (4), com obrigatoriedade da recuperação do pavimento asfáltico em até 48hs pelas concessionárias e prestadoras de serviço público que acessam a malha subterrânea para manutenção, reparo ou qualquer outra atividade, danificando o pavimento asfáltico.

Os dados da Secretaria de Obras do município apontam que somente no ano de 2017, 10.840 tapa-buracos foram realizados pela administração pública, uma média de 1.549 execuções por mês.

A ideia proposta pelo presidente da Câmara visa penalizar empresas como Sabesp e Eletropaulo que realizam reparos nas vias e danificam o asfalto, deixando buracos abertos e colocando em risco motoristas e pedestres.

Hugo Prado justifica a criação do PL. “Ao realizar a manutenção da sua rede subterrânea, empresas como a Sabesp e Eletropaulo deixam as ruas e avenidas todas esburacadas. Na hora de refazer o serviço, entregam um asfalto de má qualidade, quase sempre obrigando a Prefeitura a recapear a via, gerando transtornos a população e um gasto extra aos cofres públicos”, argumentou o presidente da Câmara.

O vereador pede a colaboração da população para fiscalizar e denunciar os trabalhos mal executados pelas concessionárias de serviços públicos em Embu das Artes.

Veja também  Edital
Crédito: Rodrigo Lopes
Um motociclista sofreu acidente na Avenida Vereador Jorge de Souza, em frente ao Fórum da
Cerca de 400 pessoas se reuniram na manhã deste domingo, dia 8 de abril, na
O deputado federal José Mentor (PT) atendeu ao pedido feito pelo vereador de Embu das