Guarda Civil e Polícia Militar Ambiental fazem operação na Reserva do Morro Grande, em Cotia
Grande operação conjunta fiscalizou a degradação da fauna e flora e procurou primatas (macacos) mortos, a fim de localizar possíveis focos de febre amarela
(Foto: Divulgação)

Apesar de o município de Cotia não ter a confirmação de nenhum caso de febre amarela, equipes da Guarda Civil Municipal (GCM), Polícia Ambiental do Estado e Secretaria de Meio Ambiente e Agropecuária realizaram, nesta quinta-feira (7/12), uma grande operação com cerca de 40 homens, divididos em quatro equipes, a procura de macacos mortos e quaisquer sinais de crime ambiental, como caça e desmatamento, na Reserva Ambiental do Morro Grande.

O secretário de Meio Ambiente de Cotia, Major Ricardo Secomandi, reforçou que o macaco não transmite a doença e ele também é uma vítima. “Não se pode matar o animal, ele não transmite a doença. Ele é um alerta para focos onde a doença pode estar”, explicou. Quem transmite a febre amarela silvestre são os mosquitos dos gêneros Haemagogus e Sabethes, vetores da doença.

Durante a operação, que durou cerca de quatro horas, nenhum macaco morto ou doente foi encontrado, apenas uma armadilha para caça, que foi destruída.

A operação também serviu como um treinamento para os guardas. “Temos um terço do município coberto por área verde, estamos sendo pioneiros em uma ação conjunta com a Policia Militar Ambiental. Daqui para frente, Cotia pode realizar operações como essa, por conta própria, graças a esta parceria”, destacou Secomandi.

“Precisamos de ações assim para saber quais as direções que a doença vem tomando no Estado, a cada local que passamos nós mapeamos. Dessa forma, fazemos um estudo técnico para abranger a maior parte de áreas possíveis”, relatou o porta voz da Policia Militar Ambiental, Capitão Flávio Sukaitis.

Para realizar denúncias ou alertas contra crimes ambientais, sobre macacos encontrados mortos ou, aparentemente doentes, basta entrar em contato com o canal gratuito de atendimento da Secretaria de Meio Ambiente e Agropecuária, pelo telefone 0800-878-1100, Guarda Civil Municipal, pelo número 153, ou pelo 190 da Polícia Militar.

Veja também  Polícia Civil prende suspeito de matar policial em Cotia

Campanha de vacinação contra febre amarela em Cotia

Até o dia 29/12, sempre das 9h às 16h, todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS’s) estarão vacinando a população contra a febre amarela, pois Cotia participa da ação de bloqueio de intensificação vacinal contra a doença. No dia 9/12 (sábado), das 9h às 15h30, algumas UBS’s abrirão exclusivamente para a campanha. As vacinas servem para uma medida cautelar devido às confirmações da doença em macacos encontrados na Grande São Paulo.

O público-alvo são pessoas com idade a partir de nove meses. Para receber a vacinação, é preciso levar o cartão do SUS e, para menores de 15 anos, é obrigatório apresentar a caderneta de vacinação.

Crédito: Prefeitura de Cotia
Quem nunca sonhou em ser médico, advogado ou policial? O sonho do pequeno de apenas
Um homem de 36 anos, pai de uma menina de 11 anos foi preso nesta
A Polícia Militar realizou na madrugada do dia 7 de novembro, às 4h50, na Rua