Fim do programa Farmácia Popular na região
Postos em Taboão da Serra e região estão fechados desde o começo de julho.
(Foto: Taboão em Foco)

O Ministério da Saúde determinou encerrar as atividades do programa Farmácia Popular, do governo federal, nas cidades brasileiras. Nos municípios da região, como Taboão da Serra, Itapecerica da Serra e Cotia, os efeitos já são visíveis e alguns postos sofreram com as mudanças no repasse de verbas impostas pelo governo. O programa distribuía medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto.

No total, 393 unidades da Farmácia Popular serão fechadas em todo o país. Com essa medida, segundo o Ministério da Saúde, a expectativa é que haja uma economia de R$ 80 a R$ 100 milhões nos cofres públicos. Além disso, o governo informa que a verba destinada ao programa será repassada aos municípios na utilização de compra de remédios para a população mais humilde.

Mesmo com o fim do programa, a parceria com as drogarias particulares do programa Aqui Tem Farmácia Popular se mantém, a diferença dessas farmácias conveniadas para os Postos Farmácia Popular é que apenas 25 remédios para tratamentos de uso contínuo, como hipertensão, asma, diabetes, são vendidos com desconto nos preços. Com a Farmácia Popular, cerca de 130 medicamentos faziam parte dos benefícios de gratuidade e baixo custo.

Em Cotia, a unidade da Farmácia Popular, localizada na rua Zacarias, na região da rodovia Raposo Tavares, fechou suas portas depois de 12 anos de funcionamento.

Veja também  Crianças e funcionários são reféns durante arrastão em associação autista em Embu das Artes
Crédito: Rodrigo Lopes
O Relatório do Tribunal de Contas do Estado encontrou irregularidades no armazenamento de remédios em
Quem já teve um amigo de quatro patas? Muitas pessoas têm seu primeiro contato com
O Tribunal de Contas do Estado apontou 23 irregularidades nos serviços prestados por organizações sociais