Fim do programa Farmácia Popular na região
Postos em Taboão da Serra e região estão fechados desde o começo de julho.
3 de agosto de 2017
(Foto: Taboão em Foco)

O Ministério da Saúde determinou encerrar as atividades do programa Farmácia Popular, do governo federal, nas cidades brasileiras. Nos municípios da região, como Taboão da Serra, Itapecerica da Serra e Cotia, os efeitos já são visíveis e alguns postos sofreram com as mudanças no repasse de verbas impostas pelo governo. O programa distribuía medicamentos gratuitos ou com até 90% de desconto.

No total, 393 unidades da Farmácia Popular serão fechadas em todo o país. Com essa medida, segundo o Ministério da Saúde, a expectativa é que haja uma economia de R$ 80 a R$ 100 milhões nos cofres públicos. Além disso, o governo informa que a verba destinada ao programa será repassada aos municípios na utilização de compra de remédios para a população mais humilde.

Mesmo com o fim do programa, a parceria com as drogarias particulares do programa Aqui Tem Farmácia Popular se mantém, a diferença dessas farmácias conveniadas para os Postos Farmácia Popular é que apenas 25 remédios para tratamentos de uso contínuo, como hipertensão, asma, diabetes, são vendidos com desconto nos preços. Com a Farmácia Popular, cerca de 130 medicamentos faziam parte dos benefícios de gratuidade e baixo custo.

Em Cotia, a unidade da Farmácia Popular, localizada na rua Zacarias, na região da rodovia Raposo Tavares, fechou suas portas depois de 12 anos de funcionamento.

Veja também  Filiados de Taboão e Embu das Artes escolhem João Doria para disputar o governo do Estado pelo PSDB
Crédito: Rodrigo Lopes
O projeto da Carreta da Saúde, Fila Zero no seu Bairro teve início neste final
Os pacientes da UBS Valo Velho enfrentam longas filas para marcar uma consulta médica em
Já dizia o poeta que "a dor é inevitável, mas o sofrimento é opcional". Essa