Empresário Hélio Caxias, da empresa Hibridos.club está desaparecido
Hélio sofria ameaças de alguns clientes por atraso nos pagamentos
(Foto: Arquivo Primeiro Notícias)

Um empresário dono de uma agência de investimento em moedas virtuais está desaparecido há cinco dias. Segundo os familiares de Hélio Caxias Filho, de 36 anos, ele sofria ameaças de alguns clientes por atraso nos pagamentos. As hipóteses de crime e de fuga estão sendo investigadas pela polícia.

De acordo com a esposa do investidor, que registrou queixa na polícia, ele sofria ameaças de pessoas que tiveram prejuízo com os negócios. A empresa conta com mais de 600 clientes registrados. Além disso, sua empresa patrocina uma equipe de automobilismo e um piloto de superbike.

Em um vídeo publicado há 20 dias, Hélio responde as críticas e afirma que vai assumir os compromissos. “Então, gente, tirem isso da cabeça, eu não vou fugir, não vou sumir, a não ser que alguém suma comigo. Eu sei que tenho que pagar e será pago. Não adianta, não adianta ameaça, chantagem, etc. Se eu tivesse tirando dinheiro seu para pagar isso (patrocínio) eu mesmo tiraria esse patrocínio”, justificou Hélio.

De acordo com os familiares, o patrocínio pode ter irritado clientes que se sentem lesados. Um irmão de Hélio acredita que “um dos clientes deve ter dado fim nele, mas eu falo a verdade, ele abusou. É meu irmão”.

Hélio foi visto pela última vez em um shopping na zona sul de São Paulo. Ele disse para um funcionário que iria para o estabelecimento se encontrar com dois clientes e que seria uma reunião difícil. Depois disso, nenhum sinal do empresário. O carro dele foi localizado na região, numa garagem onde ele tem um escritório.

A polícia informou que vai utilizar imagens de segurança e que não há informações sobre o paradeiro de Hélio.

Veja também  Alex Barros patrocinado pela Híbridos.club vence 4ª Etapa SuperBike em Interlagos

NOTA OFICIAL

Embu das Artes, 10 de abril de 2018

Prezados Clientes e Prestadores de Serviço,

Informo que meu marido Sr. Hélio Caxias Ribeiro Filho está desparecido desde o dia 5 de abril de 2018, data em que tive o último contato com ele, por volta das 20:30h, me informando que estaria em uma reuniáo e que retornaria para casa em torno das 22:00h.

Realizei o registro Boletim N°: 332/2018 no DHPP – 4a. Delegacia da D. A. S., sobre seu desaparecimento, podendo tratar-se de um caso de sequestro.

Até o momento náo recebi nenhuma informaçáo de sua localizaçáo e até mesmo de sua vida.

A gestáo financeira e administrativa da empresa era realizada exclusivamente pelo meu marido, onde nenhum dos funcionários da empresa, prestadores de serviço ou eu possuímos senhas ou acesso a contas bancárias ou Bitcoins para qualquer tipo de movimentaçáo, investimento ou pagamento.

Assim náo há meios de a empresa continuar com suas atividades e pagamentos até que meu marido apareça ou seja encontrado.

Caso tenham alguma notícia de seu paradeiro solicito encarecidamente que entre em contato com a empresa ou diretamente com os órgáos responsáveis por sua localizaçáo, pois estou desesperada em busca de informaçóes e temendo por sua vida.

Desde já agradeço.

THALIA ALVES DE ANDRADE

Crédito: Rodrigo Lopes
O consagrado piloto, Alex Barros, apelidado carinhosamente como “vovô da motovelocidade” venceu a 4ª Etapa
A Híbridos.club estreou com patrocínio completo da equipe Alex Barros Rancing, que disputou a 4ª
O 1º Congresso de Bitcoin aconteceu no dia 10 de Junho, no Hotel Rancho Silvestre e