Ecoturismo é uma das modalidades confirmadas para o 1º Simpósio de Economia Verde
Projeto Rota do Cambuci preserva a Mata Atlântica, aquece a economia e o turismo na Grande São Paulo

(Foto: Instituto AUÁ )

O Instituto AUÁ de Empreendedorismo Socioambiental é presença confirmada para o segundo dia do 1º Simpósio de Economia Verde de Embu das Artes, que acontecerá em 05 e 09 de junho, na região central da cidade.

Seu representante, Gabriel Menezes, está à frente do projeto Rota do Cambuci, um exemplo bem-sucedido de economia solidária que há dez anos atua na preservação da Mata Atlântica, por meio de parcerias e incentivos para a produção do fruto Cambuci, uma espécie nativa que beirou à extinção e hoje faz sucesso no cenário gastronômico.

Atualmente, outras frutas nativas foram acrescentadas ao projeto e ganham produção para completar os sabores ofertados, como grumixama, uvaia, jussara, butiá e jerivá. As colheitas são congeladas e transformadas em produtos, como geleia, picolés, biscoitos, cachaças e, por fim, chegam ao consumidor. A iniciativa atrai também atenção de turistas, por meio da realização de eventos e festivais culinários.

A Rota do Cambuci é um exemplo prático de como estender os benefícios da preservação ambiental para o campo financeiro, por meio da geração de riqueza para as comunidades envolvidas na produção, logística, comercialização e serviços. Segundo informações, em 2017 o Instituto AUÁ faturou 1 milhão de reais, sendo 30% provenientes da comercialização de produtos, 50% de projetos e serviços como este.

Embu das Artes e municípios vizinhos têm forte potencial ecoturístico, onde o empreendedorismo socioambiental, como a Rota do Cambuci, pode prosperar. Sua localização privilegiada e características naturais, que a incluíram em área da Reserva da Biosfera do Cinturão Verde de São Paulo, exigem preservação por significativa colaboração nos serviços essenciais à qualidade de vida na metrópole.

“Convidamos a toda a população para se inspirar com este exemplo maravilhoso, que mostra na prática como é possível construir uma comunidade mais justa e sustentável por meio da preservação ambiental. É preciso rever os conceitos de desenvolvimento e nos voltarmos às necessidades de todos”, comenta Rodolfo Almeida, presidente da Sociedade Ecológica Amigos de Embu (SEAE), responsável pelo simpósio.

Veja também  GCM de Embu das Artes prende traficante com grandes porções de drogas

O evento é gratuito. Para participar, é necessário se inscrever pelo site da SEAE: www.seaembu.org.

Crédito: Comunicação SEAE
Em comemoração ao Dia e Semana Mundial do Meio Ambiente, a Sociedade Ecológica Amigos de
Em homenagem ao dia nacional do meio ambiente, comemorado em 05 de junho, a cidade
A APA Embu Verde convida pessoas de todas as idades para sua 1ª Caminhada, que