Dupla ataca escola em Suzano, mata oito pessoas e se suicida
Entre as vítimas, estão alunos do ensino médio e funcionários
13 de março de 2019
(Foto: Maiara Barbosa/G1)

Um adolescente e um homem encapuzados atacaram a Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano (SP), na manhã desta quarta-feira (13) e mataram sete pessoas, sendo cinco alunos e duas funcionárias do colégio. Em seguida, um dos assassinos atirou no comparsa e, então, se suicidou. Pouco antes do massacre, a dupla havia matado o proprietário de uma loja da região.

Os assassinos – Guilherme Taucci Monteiro, de 17 anos, e Henrique de Castro, de 25 – eram ex-alunos do colégio. A investigação aponta que, depois do ataque, ainda dentro da escola, Guilherme matou Henrique e, em seguida, se suicidou. A polícia diz que os dois tinham um “pacto” segundo o qual cometeriam o crime e depois se suicidariam.

Cinco dos mortos são alunos do ensino médio, com idade entre 15 e 17 anos, de acordo com o secretário de Segurança Pública de SP. Entre as vítimas, há ainda duas funcionárias do colégio, uma delas a coordenadora. O dono de uma locadora de veículos próximo ao local, que era tio de um dos assassinos, foi morto pouco antes do ataque.

Também há registro de 11 feridos.

Veja todos os vídeos sobre o caso

Veja também  Veículo invade creche em Embu das Artes
Crédito: G1
A falta de materiais é outro desafio para os professores a ser superado em sala
Após grande manifestação dos pais, alunos e professores na escola estadual Irmã Iria Kunz, em
Forte chuva na segunda-feira, dia 25 derrubou muro de contenção em construção entre a Escola