Cotia registra queda de 100% nos casos de dengue
Mesmo sem confirmações, entre janeiro e setembro (parcial) deste ano, as ações preventivas acontecem diariamente
(Foto: Arquivo|Vagner Santos )

O município de Cotia não teve nenhum caso de dengue confirmado entre janeiro e 9 de setembro de 2018, de acordo com o Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado de São Paulo, ante 29 casos confirmados (entre autóctones e importados) de janeiro a setembro do ano passado. Apesar do resultado positivo, a Vigilância Ambiental da Secretaria de Saúde não baixa a guarda e as ações preventivas acontecem diariamente.

Diariamente, as equipes de controle de vetores realizam visita de casa a casa orientando a população sobre cuidados em suas residências, identificando e eliminando possíveis focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue e de outras doenças como zika e chikungunya. “O período de chuva é mais propício à proliferação do mosquito por conta do acúmulo de água parada em lajes, calhas, entre outros. Conseguimos fechar sem casos o período de maior incidência na primeira metade do ano, que são os meses de janeiro a abril, e a expectativa é fecharmos os últimos meses do ano nesta mesma tendência”, disse Magno Sauter, Secretário de Saúde.

A prevenção da dengue e de outras doenças transmitidas pelo Aedes aegypti é simples e depende do engajamento de toda a população. As medidas envolvem instalação de telas e fechamento das caixas d’água, manter garrafas e outros objetos que acumulam água em área coberta ou com a boca virada para baixo, limpar periodicamente calhas de telhados, colocar desinfetante ou água sanitária em ralos, eliminar ou colocar areia em vasos de plantas, não acumular lixo, entre outras.

Veja também  Após assassinato de cobrador, moradores do Cipó ficam sem transporte
Crédito: Prefeitura de Cotia
As Secretarias de Saúde e de Educação de Cotia firmaram uma parceria que vai conceder
Mesmo estando no inverno, devemos manter cuidados para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti,
E a Prefeitura de Embu das Artes não para de trabalhar. A Secretaria de Mobilidade