Câmara Municipal entrega título de Cidadão Taboanense ao padre Kirano
Kirano agradeceu a comunidade e aos vereadores pelo título de cidadania
(Foto: Assessoria de Imprensa da CMTS )

No último domingo, dia 8, a Câmara Municipal de Taboão da Serra entregou o título de Cidadão Taboanense ao padre Kirano, durante missa na igreja São João Batista, no Jd. Roberto.

A homenagem foi aprovada por unanimidade e o título celebra os 50 anos de sacerdócio completados neste mês pelo religioso. Estiveram presentes na entrega do título as vereadoras Joice Silva, presidente da Câmara Municipal, Priscila Sampaio e Érica Franquini, e os vereadores Professor Moreira, Eduardo Nóbrega, Marcos Paulo, Alex Bodinho, Carlinhos do Leme e André Egydio. O prefeito Fernando Fernandes e o vice-prefeito, Laércio Lopes, também prestigiaram o evento.

A vereadora Joice Silva destacou o trabalho social e religioso desenvolvido pelo padre Kirano que está em Taboão da Serra há 32 anos. “Esse título de cidadania é muito merecido por tudo o que ele fez, por todos os projetos sociais, pelo resgate de vidas, esse título está em ótimas mãos”.

Joice Silva afirmou ainda que o título de Cidadão Taboanense é símbolo do reconhecimento da cidade à dedicação e amor do padre Kirano com o povo de Taboão da Serra. “Essa homenagem partiu dos moradores, foi abraçado por todos os vereadores da Câmara Municipal e vem celebrar os 50 anos de sacerdócio do querido padre Kirano”.

Kirano agradeceu a comunidade e aos vereadores pelo título de cidadania concedido a ele. “Estou muito contente e agradecido por receber esse título tão importante, estou em Taboão da Serra há 32 anos e sempre me senti taboanense, uma cidade que me acolheu de uma forma muito carinhosa”, disse.

Veja também  PT lançou pré-candidatura de Lula à Presidência neste domingo (27)
Crédito: Assessoria de Imprensa da CMTS
Na última terça-feira, dia 5, foi aprovado por unanimidade na Câmara Municipal de Taboão da
A Operação "Prato Feito" deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quarta-feira, dia 9, que
A Proposta de Emenda à Lei Orgânica do Município 3/2017, que aumenta de 13 para