Acusado de matar filha de 5 anos é preso em Cotia pela Polícia Civil
O pedreiro Carlos José Bury confessou o assassinato da sua própria filha
5 de janeiro de 2019
(Foto: Divulgação)

O homem acusado de ter matado a própria filha foi preso pela Polícia Civil na manhã deste sábado, dia 05 de janeiro, em Caucaia do Alto, em Cotia, onde estava escondido desde o crime que abalou Taboão da Serra e região. A menina tinha apenas 5 anos e pode ter sido vítima de vingança.

Segundo consta, o casal estava separado há mais de ano e a criança passava alguns dias na casa do pai. No entanto, em depoimento inicial, o pedreiro Carlos José Bury confessou o assassinato e alegou que tinha consumido muitas cervejas na noite do crime e foi motivado pela vingança, por acreditar em uma traição da sua ex-esposa, porém já não estavam mais casados fazia um bom tempo.

O caso é investigado pela 1ª Delegacia de Polícia de Taboão da Serra, e os policiais buscam descobrir se outras pessoas estão envolvidas no assassinato da criança.

A menina de 5 anos foi encontrada morta no dia 27 de dezembro, no Jardim Intercap, em Taboão da Serra, na casa do pai, onde foi para passar o Natal, e não retornou para casa da mãe na data estabelecida. O corpo da criança foi encontrado pela própria mãe, sob uma cama coberta com um cobertor e ao lado de ursinho de pelúcia.

Veja também  Eletropaulo anuncia investimento de R$ 35 milhões em Cotia
Crédito: Redação
No próximo sábado e domingo (19 e 20), acontece a segunda etapa do mutirão de
A ROMU prendeu um acusado de roubo de carga na terça-feira, dia 15 em Taboão
Acontecerá no sábado, dia 19, a partir das 9h30, uma seletiva de futsal feminino em